“Morrer” para ser feliz

Existem momentos na tua vida que precisas de ‘morrer’ para seres feliz, quando te sentires sem chão, sem ninguém, quando pensares que não há solução ? Faz as malas, leva lá dentro tudo aquilo que não precisas, coloca também aquilo que te magoa ou não te leva para a frente. Bem arrumado, ainda cabe uma mão cheia de pessoas que te abandonaram, que te fizeram chorar, que te feriram e que sem ti preferem caminhar. Então agora ? Manda fora tudo isso, longe do teu alcance. Sai de casa, respira fundo, leva só a tua sombra contigo. Amanhã é um novo dia, sabes ? Amanhã a vida continua. Mas esquece isso. “Amanhã” es outra pessoa , ela continua para os outros, desliga-te de quem foste, foca-te no que és, tens um mundo aos teus pés, hoje amanhã e todos os dias que virão. Pensa “eu consigo, eu posso ser melhor”, ” eu quero ser feliz e só importa quem está”. Fala, liberta-te, grita, chora, olha o mar, fala com as estrelas, sente o chão, deixa a brisa te levar como se fosse a última vez que respirasses, aproveita cada segundo da tua vida.
O “amanhã” irá chegar para ti, tu vais sorrir, o sol irá brilhar de outra forma, tu vais te mais livre e cada segundo ? Não vais deixar mais fugir, vais querer guarda lo para sempre, mesmo que sintas o tempo a voar sobre ti.
Tu vais renascer e perceber que as pessoas que um dia foram tudo hoje não são mais elas, pessoas que escolheram ir embora e deixaram marcas que o tempo demora a apagar já não te fazem mais chorar e as pessoas que te falaram em amor, sem saber o que é amar, simplesmente sorri porque o mundo continua a girar.
Por vezes precisas de “morrer” sim, para renasceres e seres feliz, há pessoas que olhas e que passas a não ver mais, mesmo estando a tua frente, pessoas que um dia te sossegaram e hoje te tiram a paz, pessoas que te magoaram e queres deixar para trás, pessoas que cruzaram o teu destino, mas trocaram a direção e te abandonaram pelo caminho.
E é o passo que mais magoa, ter de matar dentro de nós alguém que está vivo, mas ao mesmo tempo é esse passo que te liberta que te traz a vida. “Morre” as vezes que necessitares !

Anúncios

Caminhos opostos

Eu voltaria atrás naquela noite. Subia de novo aquelas escadas e provavelmente procurava a mesma cadeira para me sentar, aquela bem perto da mesa onde tinhas escolhido ficar.
Não dá para explicar o que eu senti, ali naquele momento, ao te ter perto de mim.
Tu nunca irás entender, porque nem eu cheguei a perceber, mas isso pouco importa agora.
O tempo passou e nós acabamos por ir com ele, caminhos diferentes se cruzaram na nossa estrada, destinos opostos uma encruzilhada.
Mas eu não esqueci, ainda te procurei na altura eu não te perdi porque não se perde que não se tem, eu sei. Mas foram tantas questões que ficaram, foi o teu desprezo e a tua viagem que magoaram, foram tantos dias que se passaram, foram tantas falhas que nos afastaram.
Após uns dois anos ? A vida deu a volta. Deu !
Poderia dizer que estamos bem, temos planos e objectivos em comum ? Poderia sim. Mas infelizmente…a história quase que se repetiu, a única diferença é que durou um pouco mais, só e apenas isso.
Queria dizer-te que não penso em ti, que não me fazes falta, que me és indiferente, que o teu sorriso já não é o meu preferido, que a tua voz já não me faz tremer e que as tuas fotografias já não me fazem mais as ditas “borboletas”, eu queria dizer-te sim, mas estaria a mentir.
Ainda amo, mas já não volto atrás, ainda penso, mas um dia vou deixar para trás, eu sei que sou capaz. Porque é uma história de amor que eu vivi sozinha, senti sozinha, amei sozinha, planeei sozinha e lutei sozinha. Mas que importa tudo isto ? De que me adianta chorar ou lamentar mais ? Um dia passa. É difícil mas tudo na vida passa, até o que parece impossível.
Mas…meio de toda a bagunça, foi é e será para sempre o amor da minha vida, porque só eu sei o que senti em cada milésimo de segundo e isso basta.
Os caminhos são opostos mas a estrada contínua.

O tempo

O tempo passou. Mas eu fiquei no mesmo lugar, no mesmo momento, no mesmo suspirar daquele sentimento. Sentimento esse que me prendia e prende a ti, sentimento esse que é tão bom e tão mau ao mesmo tempo que eu me perdi de mim. Perdi-me complemente de quem eu era. Perdi-me sem saber como, onde e porquê. Como pude chegar a este ponto ? Onde é que eu estava com a cabeça ? Porque me deixei levar assim ? São inúmeras as questões que pairam na minha cabeça e me levam para bem longe de onde estou e que me deixam fora de quem eu sou. Eu não era assim, até ao dia em que te perdi. Chego a conclusão que não amei antes. Não assim…
Mas eu vou culpar-me , hoje amanhã e depois, porque eu entreguei-me a ti mesmo sabendo que não me pertencias, palavras são palavras e tu só mentias. Foram ilusões dia após dia, noite após noite, para ocupar um vazio de uma história inacabada, para preencheres um espaço que te faltava, para sorrires quando o chão te escorregava, quando os pensamentos te torturavam e mais uma noite chegava. Porque eu sei, era nela que tu pensavas.
Tu foste e eu fiquei nesse momento, nesse lugar e completamente presa a esse sentimento, até hoje. Mas ainda aqui estou e já passou tanto tempo.
Eu sei isso para ti não importa, porque tu não sentes. Mas deixa-me dizer-te que para mim também já não interessa, porque a vida é só esta e eu não tenho pressa e sabes ? Levo o melhor da vida comigo, levo a certeza que eu tentei, lutei, dei o melhor de mim a quem nunca foi capaz de me dizer um “fim” , a quem não se sentou a minha frente, me olhou e conversou ” falhaste, mas eu também falhei contigo”, dei o melhor de mim a quem no fundo nunca esteve comigo !

A vida por vezes prega-nos rasteiras, nos atira ao chão, mas existe um amigo que se chama “tempo” e esse ? É o melhor mestre da vida de cada um de nós!

“…Eu rezo e peço pra Deus cuidar da sua vida, abençoar. Amigos até depois do fim…”

Amigos ? Nós temos poucos, uma mão chega para os contar, conhecidos nós temos muitos que por vezes até acabam por atrapalhar.
Mas a ti, meu conhecido, meu amigo e meu irmão, palavras são poucas para definir tudo aquilo que significas para mim, tudo aquilo que do nada construímos e ser tornou tudo, toda esta amizade e cumplicidade que vivemos até ao dia de hoje e mais viveremos porque não te vais ver livre de mim.
Porque amigo ? É esse “maluco” que sabe a hora certa para falar, é aquele que vai estar contigo sejam 16h ou 04h quando tu quiseres chorar, é mesmo esse que te consegue irritar até ao limite , assim como sabe te fazer rir até doer a barriga.
Amizade é muito mais que meras palavras e todos nós sabemos disso, amizade é estar é ser é dar sem estar a espera de receber, é a presença seja qual for o momento, o dia, a hora o lugar e nós até ao dia de hoje ? Cumprimos sem regras tudo isso !
É um orgulho enorme te ter na minha vida, tenho pena que muitos não te conheçam num todo com a tua verdadeira essência e te avaliem pela meia metade que conhecem de ti. Mas nem todos podem ter a mesma sorte que eu, é um facto. Porque sim, é uma sorte ter alguém como tu na vida.
Vou ter saudades das nossas conversas, do teu sorriso, da tua cara de mauzao e eu te dizer ” aii olhem para mim tão mau que eu sou”, vou ter saudades de todas as vezes que eu gozava contigo quando te irritavas, de quando o nosso cumprimento era de ‘manos’ e falavas ‘epa isto agora foi a maneira’, de quando me pedias algo e eu reclamava ‘ oh nao andei contigo na escola”, e tu com a maior delicadeza e ironia ‘ menina, princesa, Dona ……., é um café sff. Olhe qualquer dia tenho que fazer é um requerimento.” Vou ter saudades de cada jantar nosso sabes ? ” Olha para nós, só falta as velinhas”, e quando pegavas no teu ovo e metias no meu prato. É, tu nunca comias! E achavas uma graça sem fim, eu comer dois ovos como senão existisse amanhã.
Vou ter saudades de comer chocolate, fazer aquele gigante “bolo alimentar” e te chamar que nem doida e tu dizeres “porque é que tu fazes essas coisas ? Tenha maneiras” . Vou ter saudades de fumar um cigarro contigo e cantar para ti a “Chuva” , porque te desmontavas a rir, ( ok confesso que não saia nada bem ), assim como cantar “amar não é pecado” e tu quereres gravar “grava e mete como o meu despertador”. Vou ter saudades sabes mano ? De te chatear tanto até tu reclamares que eu não parava um segundo. Mas olha, é só para te informar que eu estou e estarei aqui, seja em que circunstância for tal como sempre tiveste para mim, não te vou deixar e acredita que o meu orgulho e amizade não mudaram nem vão mudar. Estamos juntos e eu sei que tu sabes bem disso . Aguenta forte e firme meu irmão. Amo-te ❤️

M 💔

Olha para ti e para quem nunca deixaste de ser. Passaram se vinte cinco anos e tu contínuas a mesma, metade da tua vida tens noção disso ? É triste e revolta-me. Não te odeio nem guardo rancor, mas com o passar dos anos, perdeu se parte daquele amor. A culpa é tua e desse teu vício que te transforma.
Eu era pequena e ficavas em casa comigo o pai ia trabalhar e tu perdias o juizo, será que não me querias contigo ? A bebida tomou conta de ti, cortou-te a sanidade mental, dia após dia tu bebias, essa rotina já era habitual. É triste, porque dias se passavam e tu não mudavas, o pai dava-nos tudo mas a confiança dele tu só quebravas.
Acabaste por destruir algo que poderia durar. Passaram se anos e tu contínuaste nessa vida e tu nem querias saber se havia saída, se existia solução, o ideal para ti sempre foi teres bebida na mão, revolta-me …porque te perdeste tanto assim ? Dói.
A vida corre, e acabei por saber que estavas em tratamento e sim foi uma alegria para mim, tu finalmente ias ficar longe disso, a tua vida ia melhorar, tu poderias ver os dias claros tal e qual como são e não turvos, como todos os outros. Tu poderias te deitar a noite e acordar, sem ter aquela dor de cabeça horrível e má disposição, tu poderias ser tu e mostrar que no fundo és alguém melhor do que os outros veem. Tu saíste e conseguiste, se me orgulhei ? Muito. Nunca perdemos o contacto e sempre que era possível, iamos ao encontro uma da outra. Estas minhas últimas férias passei contigo e com o meu irmão, ainda há semanas conversamos e…agora perco te o contacto e venho a saber da pior forma, dessa rua recaída, maldito vício que não te mostra de vez a saída. Estou desiludida, magoada e triste contigo, porque acima de tudo ? Tu tinhas uma criança em casa, criança essa que é teu filho, meu irmão e acima de tudo ? Ele foi teu amigo, porque mesmo sendo criança senão fosse ele provavelmente não estarias cá hoje. Neste momento, devo-te respeito apenas e desejar-te o melhor na tua vida, porque mais uma vez tu conseguiste abrir me uma ferida, essa mesmo que tinha cicatrizado, essa que eu já não lembrava e já tinha dado a volta por cima.

.

Hoje, eu vou deixar para lá. É, eu vou tentar não pensar, fingir que não dói e até que já passou, eu vou deixar para lá, é melhor assim. Não é por eu pensar a toda a hora, por te desejar a cada minuto e te querer a cada segundo que vais voltar. Eu queria lutar sim, mas hoje agora e neste momento eu não posso, não por não querer ou por falta de força, simplesmente não posso. Por isso hoje, eu deixo para lá e já não dói. Eu vou sorrir e mostrar que até já passou. Eu vou até negar se me perguntarem se em ti estou a pensar. Vou caminhando assim e se por mero acaso levar isto demasiado a sério e acabar mesmo por esquecer ? Nao me culpes, nao foi por querer e desculpa mas eu tentei, eu lutei, eu fiquei, eu chorei, perdi as forças demasiadas vezes, eu caí, levantei e tentei seguir, mas enquanto eu dava ( tentava ) um passo em frente, algo me fazia recuar dois. Mas hoje eu deixo para lá, jogo o meu destino nas mãos de Deus mesmo, o que tiver de ser, na realidade será. Mas gostava de um dia puder te ter a meu lado e relembramos todo este mau bocado, que crescessemos após isto e que na verdade nao passasse de uma lição para toda a vida. Mas..seja la como for, hoje eu deixo para lá, vou tentar não pensar, fingir que não dói e até que já passou. ~ amor da minha vida ~

Cinco meses

Vejo o tempo a passar, embora as horas demorem mais do que é suposto e os minutos parecem não ter os segundos normais do dia a dia. Vejo o tempo a passar mas o coração ainda espera por ti com a certeza que não vais voltar, mas sim ele espera, porque ele é teu. São cinco meses sem ti, sem te ter para mim, são cinco meses na expectativa do teu regresso, são cinco meses a espera de uma reviravolta em nós, que eu sei que não tem volta. São cinco meses a pensar “e se…”, são cinco meses e muitos mais em que o meu coração tem o teu nome gravado, chama por ti e te quer mais que outro alguém. São esses mesmos cinco meses e tantos mais para trás que ele te amou em silêncio e ainda ama. São cinco meses em que a tua camisola me faz companhia para eu não me sentir tão vazia, porque dói estar sem ti. Cinco meses em que vejo o teu sorriso todas as noites em cada fotografia para não me sentir tão só, porque era esse teu sorriso que me dava mais vida, me fazia mais feliz, me trazia outro tipo de paz. E se eu pudesse voltar atrás…faria desses cinco meses a melhor lição da minha vida, faria desta dor a minha maior arma para te fazer feliz e não te deixar fugir mais. Se um dia, o teu regresso bater a minha porta, quero te fazer feliz por cinco segundos, cinco minutos, cinco horas, cinco dias, cinco semanas,cinco meses,cinco anos e multiplicar esse mesmo cinco até ao fim das nossas vidas. Porque tu ? Foste, és e serás para todo o sempre !