Amor

Amor? Já soube o que era “isso” , eu já vivi um, já senti e eu até lutei mas sim eu perdi.
Não, não foi um amor de verão, nem algo passageiro, também não foi o primeiro que achamos sempre que é eterno. Foi esse amor que nos faz entregar e amar por inteiro, que faz esquecer o mundo lá fora, o dia o local ou a hora, aquele que fica nos bons momentos e nos maus permanece sem ir embora um segundo, aquele que faz ver de outra forma todo o mundo. Não, não é um amor perfeito, mas é aquele que não trocas por outro de qualquer jeito, porque é esse que te dá vida, que te faz sorrir, que te completa, que te preenche, que te sossega, que te enche o corpo e a alma como nunca sentiste antes. É esse..
É “isso”!
Mas cansei, cansei de viver esse amor que me deixou em alguma paragem, que me prometeu ir longe mas deixou-me a meio da viagem e eu fiquei, perdida sem rumo algum, mas hoje eu já superei.
Não quero mais “isso”.
Já desisti e sim já esqueci, eu segui!

Anúncios

Quem muito se ausenta…

Já não existe aquele sufoco do teu nome preso na minha garganta, a ansiedade também foi embora, as lágrimas já não escorrem quando oiço a nossa música e quando o telemóvel toca já não salto na expectativa que sejas tu, as tuas fotografias já não me fazem estremecer dos pés a cabeça, as nossas conversas antigas já não me dão vontade de voltar no tempo, porque o tempo ? Esse passou, o teu tempo aliás, o nosso tempo passou, na realidade ele até acabou ! E eu não dei por isso… Mas graças a Deus ou alguém superior a nós que o tempo existe e querendo ou não ele cura mesmo que tenhas que começar do zero !
A tua ausência passou a ser fora do normal, para quem não conseguia viver sem mim e a minha dependência passou a ser constante porque não queria ficar sem ti, mas a vida é muito mais que depender de alguém ou mendigar amor seja de quem for, mesmo que seja o amor da tua vida, tu és superior a algo que te enfraqueça ou não te leva para a frente. Tu deixaste me, eu continuei aqui, mas mostras-te que o nosso mundo desabou e que a porta se fechou. Eu demorei, mas abri outra e hoje ? Sou feliz, não preciso mais de ti !

Melhor mestre

Obrigada ao melhor mestre, por me mostrar que nada é para sempre, nem o amor nem a dor é, nada disso é para sempre , mas somos deixados levar por palavras que nos fazem acreditar que sim, mas deixem se de ilusões a vida é só esta e só fica quem quer, só magoa quem não sente. Obrigada tempo por me provares o que eu mais duvidava, por mostrares que afinal há saída nos becos sem fim que eu criava, que existe uma luz nos caminhos mais obscuros que eu imaginava mas acima de tudo, que há vida depois da ausência de alguém que escolheu seguir, alguém que não se importou em ferir sentimentos que demoraram a construir, alguém que foi…e não, não voltou !
Obrigada tempo, pelas vezes que parecias não andar mas na realidade voas te. Obrigada melhor mestre por me ensinares que esperar é uma virtude e na realidade só fica no chão quem quer.
O tempo é o mesmo, o tempo é rei de igual forma, mas a força ? A força vem de dentro e essa nunca será igual. Se tiveste fraqueza de cair, terás força para te levantar.

Levanta-te, sorri que algo e alguém melhor espera por ti.

Já quis, agora não…

Eu já quis muito que tu voltasses, já esperei muito uma volta sem ida da tua parte, já pensei muito em lutar, mais uma vez “uma última vez”, já chorei bastante e criei expectativas em demasia, mas hoje ? Eu não quero que voltes, agradeço a tua ida sem volta, desisti depois de muitas tentativas em vão, não choro nem mais uma gota por ti e todas as expectativas se apagaram, não porque as não tenha sentido ou acreditado, mas porque foram em vão e acima de tudo porque , tudo isto fui eu que criei sozinha. Tu alimentas te sim, mas abandonas te logo de seguida e eu fiquei. Já te amei muito, já quis muito uma vida contigo, já planeei um futuro sem fim a teu lado, eu não esqueci mas já nada disso faz sentido.
Eu amei sozinha e sei bem, eu tentei sozinha, eu acredito até que tenha amado por duas pessoas e isso é triste.
Despertar sentimentos em alguém sem ter amor para dar é das maiores covardias do ser humano, então posso chamar te covarde, porque foste, ninguém deixa de amar alguém da noite para o dia, não são mínimas discussões que apagam tanto sentimento que dizias sentir. Traição, mentiras, discussões e quiseste meter as culpas em mim e eu idiota, assumi culpas que não me pertenciam na esperança que voltasses. O teu coração sempre esteve noutro lugar, foram mentiras atrás de mentiras além de toda essa covardia e hipocrisia.
Eu caí duas vezes no mesmo erro, mas um obrigada de verdade, eu aprendi. Aprendi tudo que tinha a aprender contigo e acredita que não me ensinaste nada de bom, mas aprendi acima de tudo não ser como tu, infelizmente o teu “amo-te” é tão falso que me fez duvidar do que é realmente o amor, mas o tempo encarrega-se de me trazer e mostrar me. Quanto a ti, lembra-te que rosto bonito não é tudo, carácter vale muito mais e como dizes tão bem “karma tarda mas não falha”
O meu sorriso voltou e sou feliz com a tua ida, sou mais mulher sem ti, menos presa, libertei-me do “monstrinho” que criei de mim mesma.

Contínuas a ser tu, desculpa

Desculpa se me torno insistente e se ainda acredito em algo que não tem volta, desculpa se não vejo a minha vida com outro alguém sem seres tu e ate mesmo se não imagino outra mãe para os meus filhos sem ser a ti que eles chamem ‘mae’ , desculpa se ainda te incluo em cada objectivo e plano da minha vida.
Desculpa se ainda é a tua fotografia que fica no meu ecrã noite e dia e se ainda é a tua mensagem que anseio a cada momento, desculpa as mensagens infinitas mesmo sem resposta, desculpa cada imagem e cada música que me faz lembrar de ti e acabo por te enviar, nem sempre é fácil ficarem apenas guardadas.
Desculpa se o sentimento não se apagou com o tempo, desculpa se não era suposto sentir tanto. Mas a verdade é que senti e sinto e tudo o que mais queria ? Era uma reviravolta e uma chance de te fazer feliz, de ficar contigo, de fazer uma vida a teu lado. Parece muito, mas é tão simples ao mesmo tempo.
Desculpa as horas é tarde e eu sei, mas é mais uma noite que deitei e fiquei, o sono foge sempre que o pensamento fica em ti, são minutos que parecem horas a reler toda esta caixa e a pedir que o tempo volte atrás, é olhar a tua fotografia no meu quarto e o desejo que tudo mude.
É a vontade de ir ao teu encontro e te provar que o que sinto por ti é mais que verdadeiro e que o tempo não levou, que no fundo nunca gostei de alguém como gosto de ti, que nunca alguém me fez tanta falta e que nunca alguma ausência me incomodou como a tua faz.
Porque continuas a ser tu, em cada canto onde eu paro é em ti que penso, a cada espaço onde vou,mesmo sabendo que não vai acontecer é a ti que desejo encontrar e em cada banco onde me sento é o teu nome que faço questão de marcar. Contínuas a ser tu, é em cada traço teu que eu vejo a mulher que eu amo, é em cada fotografia tua em cada sorriso teu e nesse teu olhar que eu sei que estaria a paz e a felicidade de toda a minha vida. Desculpa por gostar assim, de ti !
Amo-te

Eu não consigo…

Eu não consigo gostar de alguém, não agora não neste momento não consigo. Sinto o chão mais seguro é um facto, mas as pessoas continuam todas iguais, pelo menos para mim, eu não consigo confiar em ninguém, tenho sempre os dois pés atrás, seja por palavras ou até atitudes. Porque tu me deixaste assim e assim eu fiquei. Até já posso ter esbarrado com a pessoa certa, até já posso ter trocado uma bela conversa, até já posso ter passado momentos inesquecíveis com essa pessoa, mas… passou, foi algo que simplesmente passou e talvez eu não tenha dado a devida importância e essa pessoa tenha desistido de mim por sentir todo um desinteresse na sua intenção e talvez até fosse a melhor… Talvez essa pessoa fosse a certa, mas eu sei lá para mim não existem pessoas certas, existem pessoas que lutam e fazem para dar certo, sou plenamente de acordo. Mas eu não consigo gostar de alguém, não agora não neste momento, não consigo e isso sim é mais forte que eu.
Perdi parte dos meus objetivos, sonhos e planos, agora eu quero tempo para mim, quero viver o hoje, quero acima de tudo esquecer me de ti e que o tempo leve tudo o que me faz esquecer de mim.
Quero voltar a gostar de mim primeiro, quero encontrar de novo o meu “eu” e aí renascer, viver, aproveitar o que deixei ficar, dar valor a quem me quer bem mas acima de tudo ? Aprender a confiar e aprender que depois de um coração partido há forma de voltar a amar, que existe alguém tão longe ou tão perto que os pedacinhos do meu coração vai juntar.
Mas agora ? Eu não consigo gostar de alguém !

Ódio

Nunca pensei odiar alguém. Odiar ?! Mas que palavra tão forte. Como é possível alguém odiar outra pessoa ? Tal como é possível amares incondicionalmente outra pessoa. É tal e qual mas logicamente com razões diferentes. Ninguém odeia alguém que não conhece e ninguém ama alguém só porque sim.
Tens razões para odiar assim como te dão motivos para amar. Eu já amei, já amei muito alguém. Assim como hoje odeio, odeio num todo sem sentimento de culpa, não escolhi, nós não comandamos nada neste mundo, seja lá o que for.
Muito se sentam e escutam, mas com frases elaboradas e parece que estudadas tentam fugir da palavra “ódio” mas a verdade é que ela existe e está completamente certa, tal como o amor existe, tal como a saudade existe. É algo que não controlas. E não, não é psicológico. O amor não é psicológico mesmo quando não existe o físico, podemos amar alguém que já não esteja cá certo ? Então porque o ódio tem de ser ? Nada é psicológico mesmo quando dizem que tudo é psicológico, nada é em vão e quando tem de acontecer, algo mais forte que nos comanda lá bem escondido num cantinho, está do teu lado.
Alimenta o que te faz bem, deixa para lá o resto!
Se eu odeio é com motivos, mas não faço disso a minha prioridade, a minha razão nem a minha pessoa. Quando o ódio dentro de mim passar, nem o nome dessa pessoa irei lembrar.
O ódio é tão forte quanto a palavra amor !