“E se a encontrares…?”

“E se a encontrares por acaso em qualquer esquina, em qualquer beco sem saída ?”

Não desvies o caminho, encara como se a estrada estivesse limpa, um local seguro mesmo que sombra dela quase te faça cair, não deixes que o olhar dela ofusque o teu caminho que roube a tua atenção, és tu que estás ali e por momentos esquece o coração, não por ela, mas por ti, vai em frente, ela não está ali mesmo estando e tu precisas de passar, de seguir o teu caminho em frente, não recues mesmo que a esquina seja a última ou o beco nao tenha saída, se os teus passos te levaram ate ali, não voltes para onde decidiste sair, manda o medo e o receio para trás das costas e vai, segue em frente. A força que tens é suficiente, mesmo que a desconheças.
O respirar dela não tem mais que te incomodar, o cheiro dela não ficará mais no ar ( pelo menos com a mesma intensidade) , o brilho daquele olhar não tem porque te paralisar, és mais forte que tudo isso, mesmo que o coração não controle és tu que mandas em ti!
Se a encontrares por acaso em qualquer esquina, em qualquer beco sem saída? Não desvies o caminho, encara como se a estrada estivesse limpa.

Anúncios

Autor: O tempo é rei, a vida é uma lição !

"Seja humilde, pois até o sol com toda sua grandeza se põe e deixa a lua brilhar"

Um pensamento em ““E se a encontrares…?””

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s